Rubens Barrichelo

Com o apelido de Rubinho, o piloto chegou a fórmula 1  em 2005, correndo por uma das maiores equipes do mundo, a Ferrari. Um piloto bastante profissional que conquistou muitos prêmios na carreira e também se destacou em outras categorias automobilísticas. Pilotou durante 6 anos pela Ferrari e conquistou dois vice-campeonatos, nove vitórias, 25 segundos lugares e  21 terceiros lugares.

Por problemas na Ferrari, onde não tinha investimento e nem o reconhecimento profissional que considerava correto, Rubinho decidiu sair da equipe e foi contratado pela Honda. Na nova equipe, ele passou 3 anos e mantinha um bom relacionamento, mas infelizmente o carro não se mostrava competitivo e o piloto passou a temporada toda sem conseguir marcar nenhum ponto.

Foi quando em 2008, mesmo com um carro ruim, ele conseguiu subir ao pódio pela primeira vez, numa grande e dura corrida chuvosa na Inglaterra. Dessa forma, ele mostrou o grande piloto que sempre foi e continuou na Honda com garra de determinação.

 

 

 

 

 

 

 

Buscando novos rumos, em 2010, decidiu ir para Williams, uma equipe que tinha um carinho especial desde criança. Ficou dois anos na equipe, mas por problemas com o carro, também não obteve grandes resultados.

Fórmula Indy

Foi quando após 19 anos de Fórmula 1, o piloto assinou com a KV Racing Technology, para fazer uma primeira temporada na Fórmula Indy, o que acabou se tornando sua nova paixão. Ele é um piloto que sempre encarou os desafios que lhe eram propostos e é uma inspiração para os mais novos.

Saiba mais sobre: Ryan Norberg